TEODORO

Sem título-5Quando o Teodoro nasceu com PTC bilateral, eu, sua mãe, e o pai dele não tínhamos dimensão da doença. Mesmo sabendo desde a ultrassonografia morfológica, não demos a atenção devida nem fomos bem orientados pelos bons médicos que nos assistiam à época. Aos quatro dias de nascido, ele foi levado a um ortopedista que lhe aplicou um gesso da ponta dos dedos até o joelho, o qual deveria ser refeito em intervalos mais ou menos longos. Com o efeito equino, porém, e à medida que ele crescia, os gessos duravam cada vez menos. Às vezes uma semana, às vezes menos tempo. Houve um fim de semana em que o médico trocou de gesso três vezes: quando chegávamos em casa no retorno da clínica médica, o gesso já estava fora da perna, sem sequer ter endurecido totalmente. Em uma ou duas ocasiões, ao trocar a fralda do bebê, os gessos vinham na minha mão. Após um diálogo franco e amigável com o médico, resolvemos que iríamos procurar um tratamento alternativo porque pelo método convencional não parecia haver mais possibilidade de eficácia. Encontramos o “método de Ponseti” e viemos fazer o tratamento em São Paulo, nós que morávamos e tínhamos nascido no Piauí, mãe e filho. Depois dos procedimentos do método, o pé tratado de Teodoro pisava, pela primeira vez em sua curta vidinha, a delícia da areia da praia (foto). Hoje, aos seis anos, os pés do menino continuam bem.

 

(Maria)

Anúncios

A Associação Primeiro Passo é uma entidade civil que nasceu do desejo de muitos pais de crianças com pé torto congênito que foram tratadas pelo método Ponseti e tem como intuito multiplicar, incentivar e difundir esta técnica de tratamento em meios médicos e não médicos. A APP funciona regularmente sob o CNPJ 12.950.014/0001-55. Uma meta idealizada pela Associação é que o método de Ponseti fosse assimilado e realizado corretamente por profissionais pelo SUS e ficasse disponibilizado a todo cidadão brasileiro. Enquanto esse ideal ainda não é uma realidade, todavia, fazemos esforços para divulgar o tratamento do pé torto congênito pela técnica de Ponseti, atuando na detecção precoce desta alteração ortopédica, no suporte e facilitação de centros de tratamento intersetoriais no Brasil e no exterior. A meta mais abrangente de nossa visão de entidade civil é promover a erradicação do pé torto congênito não tratado, no Brasil e no mundo.

Publicado em TESTEMUNHOS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Follow Associação Primeiro Passo on WordPress.com
%d blogueiros gostam disto: